Como tirar fotos incríveis – sozinha – durante suas viagens

Abençoados sejam aqueles que tem uma pessoa sempre ao seu lado para tirar as melhores fotos. Mas, e se você não tem, faz o que? E aquela foto de casal linda que você queria fazer mas não tem ninguém pra fotografar? Então, seus problemas acabaram. Neste post eu vou ensinar como tirar fotos incríveis – sozinha – durante suas viagens para que você não precise depender de ninguém além de você (na maior parte do tempo).

Procure por inspiração e saiba o que quer

Antes de qualquer viagem eu faço muita pesquisa. Além de fazer diversas pesquisas sobre roteiros e lugares que quero viajar eu também me inspiro em fotos de pessoas que já foram para o lugar para onde estou indo.

É claro que a maioria das fotos “acontece”, porque uma cidade vai muito além dos pontos turísticos, mas para aqueles lugares em que a gente é “obrigado” a tirar uma foto, eu procuro por inspiração no Pinterest e também no Instagram.

No Pinterest eu costumo procurar pelo nome do lugar em inglês e vejo as fotos que surgem, além de entrar nos posts que me chamam a atenção para ver se encontro alguma foto legal. Também busco inspiração através do Instagram, procuro entre as pessoas que sigo se elas já foram para aquele lugar e salvo as fotos para lembrar de tirar uma foto. Também costumo procurar pelas hashtags, perfis de turismo do local, além de fazer buscas pela própria localização.

Note que procurar por inspiração é muito diferente de cópia. Tente se inspirar nas fotos, mas não há necessidade de tirar uma foto exatamente igual àquela que viu, entendido?

Leve uma GoPro

A GoPro é um dos melhores acessórios fotográficos do viajante solo. Ela tem um ângulo grande, o que permite que você consiga tirar selfies de forma fácil sem cortar nada, o que já fica um pouco mais difícil com a câmera que é pesada e, dependendo da lente, não tem um ângulo tão aberto. Além disso ela é pequena,  resistente e fácil de transportar.

Leve acessórios com você

Não se esqueça de que para os momentos em que você não tem ninguém conhecido por perto é importante ter consigo acessórios que substituam uma pessoa. Tripés, o controverso pau de selfie e outros acessórios podem te ajudar, e muito, nessa tarefa.

Tripés convencionais

Se você tem disposição e espaço pode levar junto com você um tripé daqueles convencionais. Recomendo que não leve algo muito grande porque quanto maior pior é de carregar de um lado para o outro e você ficará tentado a deixa-lo no hotel. Há algumas opções no mercado, das mais caras às mais baratas. Os mais caros geralmente são mais leves, feitos em fibra de carbono, por exemplo. A vantagem de um tripé convencional é que você pode fotografar com ele de forma fácil em qualquer lugar.

Tripés acopláveis

Os tripés acopláveis são muito mais práticos de levar do que o tripé convencional. Eles geralmente são bem pequenos, cabendo em uma bolsa. Porém, eles não são altos como os convencionais, então se você quiser coloca-lo no chão é possível que a foto não fique tão boa. Entretanto, com o tripé acoplável você pode usar até mesmo o galho de uma árvore ou um poste para fazer sua foto. Basta colocar sua câmera ou celular no tripé e acopla-lo em algum lugar. Simples e fácil.

Eu comprei um desses para celular, no Aliexpress por cerca de R$ 20,00 – e ele ainda vem com um controle remoto bluetooth o que facilita muito na hora de tirar a foto, já que não é preciso colocar no timer e correr para fazer pose.

Pau de selfie

Não me abandone e não perca a confiança em mim só porque eu mencionei o pau de selfie. Ele é muito útil quando é usado com sabedoria. Quando o braço não é grande o suficiente para tirar uma foto boa com o celular, o pau de selfie é a salvação. Só tenho um pedido: não deixe ele aparecer na sua foto, por favor! Fica estranho.

Controle remoto para fotos

O controle remoto é algo tão útil quanto um tripé. Hoje há controles tanto para o celular quanto para câmeras DSLR. Ele te ajuda muito quando você precisa fazer uma foto, mas tem que correr até o local a ser fotografado – e não tem como ficar plena correndo como o Forrest Gump naqueles 10 segundos. O controle remoto é uma ótima alternativa ao timer da câmera.

Peça ajuda de estranhos

Não tenha vergonha de pedir ajuda a alguém que você encontra pela rua, não é nada demais. Eu recomendo que você tire uma foto para servir de exemplo e mostre para a pessoa mais ou menos como quer a foto. Geralmente eu tiro uma foto e digo o que gostaria de ver enquadrado e se quero a foto de meio corpo, inteira, na horizontal ou vertical.

Ah, e não esqueça de deixar o foco no automático ou você corre o risco de sair desfocado.  Só não abuse da boa vontade do sujeito que vai te fotografar. Se não ficar bem do jeito que você queria, aceite e, talvez, peça para outra pessoa mais tarde.

Tenha paciência (fotografe quantas vezes for possível)

Seja paciente. Fotografar não é uma tarefa fácil quando estamos sozinhos, mas também não é impossível. Acertar a iluminação, foco e ângulos geralmente é um pouco difícil. A foto abaixo, por exemplo, foi tirada pelo menos 5 vezes, até que não ficássemos completamente tortos.

Geralmente levam algumas – várias – tentativas para você conseguir a foto que queria, porém, não desista. Dá trabalho, mas no final compensa, eu prometo.


E aí, gostou deste post? Escreve aqui nos comentários se ele foi útil para você!

Ah, e se quiser salvar este post para ler de novo depois é só salvar a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveita e me segue por lá para ficar por dentro das minhas dicas e inspirações! <3

SalvarSalvar

SalvarSalvar