5 formas de fortalecer seu trabalho como fotógrafo e conseguir mais clientes

Não vou mentir, ser fotógrafo não é fácil, mas também não é impossível. Além das dificuldades da profissão em si, ainda há todo o trabalho de se promover e conseguir trabalhos suficientes para viver – e pagar os boletos.

Portanto, é importante, acima de tudo, estabelecer uma estratégia para fortalecer seu trabalho como fotógrafo e conseguir mais clientes.

Há algumas formas de fazer isso e eu vou te mostrar como neste post. Vamos lá?

 

Desenvolva e cultive seu networking

Quando eu comecei a fotografar eu achei que eu podia continuar sendo introvertida e falando o mínimo possível. A verdade é que, em nenhum trabalho que você dependa de pessoas, você pode ser 100% introvertido. Você precisa se abrir e relacionar-se.

Hoje, inclusive, muitos profissionais afirmam que a fotografia profissional é 20% fotografia e 80% marketing.

Ah, mas você não precisa disso, você vai dizer, vai colocar um outdoor publicitário, anunciar no Facebook e no Instagram e vão chover clientes.

Bom, tenho uma notícia, geralmente eles vão te render alguns pedidos de orçamento, mas dificilmente um contrato assinado e dinheiro na sua conta.

O que mais funcionou – ou melhor, o que realmente funcionou – durante minha carreira como fotógrafa foi o famoso “boca a boca”.

Lembre-se: todos são potenciais clientes

Fazer um trabalho excelente é essencial para que você seja recomendado. Relacionar-se com pessoas e mostrá-las que você trabalha de forma correta e bem também é.

E as recomendações partem não somente dos clientes, mas, também de alguém que trabalhou com você naquele evento ou que estava presente. Já recebi diversas indicações da “moça do buffet”, do “cara dos drinks” e da equipe de garçons.

Quando você é simpático e faz um bom trabalho, conversa e se relaciona, abre portas para mais trabalho vir.

Se você fotografa eventos, fale com alguém que trabalhe ou seja dono de uma casa de festas. Converse com cabeleireiros que preparam noivas, mostre seu trabalho.

Além disso, seja gentil, envie fotos tiradas da casa de festas, dos penteados no salão, da decoração, dos doces, etc, para os responsáveis. Eles com certeza se lembrarão de você quando alguém lhes pedir uma recomendação de fotógrafo.

Contatos e parcerias como estas são excelentes, e se você tem vários contatos em diversos lugares, melhor ainda. Como disse Bill Gates: “Nosso sucesso foi baseado em parcerias desde o início.”

Para fazer o networking funcionar, claro, você precisa ser visto e lembrado, isto corresponde a encontrar pessoas, ir à eventos, convidá-las e aceitar convites para sair.

Não fique preso em sua bolha ou você vai conseguir tanto do networking quanto consegue dos anúncios do Facebook.

 

Crie uma presença online consistente

Você já reparou que tem fotógrafo por aí que posta coisas incríveis o tempo todo e eles se destacam dos outros? Parece que eles estão trabalhando e fazendo ensaios e fotos novas todos os dias!

É incrível o poder que isso tem nos clientes. Se o cliente não vê suas postagens e seu trabalho constantemente, ele pode pensar duas coisas:

  1. Será que ele ainda está fotografando?
  2. Ele não deve ser tão bom assim, nunca tem trabalho novo…

E nós não queremos que alguém pense isso, né?! Então, tira a preguiça do corpo e mãos na massa.

Eu sei que é chato e consome um tempo, mas pense nisso como um investimento (sem, de fato, investir dinheiro).

Passe um tempo da sua segunda-feira selecionando uma foto para cada dia da semana (pode ser só para os dias úteis). Escolha e edite cada foto – se já não estiver editada. Depois disso, programe as publicações para um horário em que sabe que sua audiência estará online.

Poste no Instagram, Facebook e qualquer outra rede que possui. Divulgue seu trabalho. Não precisa falar em toda publicação para mandar e-mail caso queiram orçamento. Apenas divulgue seu trabalho, seja visto. Isto é a melhor propaganda.



Promova-se

Você não fala sobre o seu trabalho? Você não mostrou ao mundo que é um fotógrafo ainda? Está esperando o que?
Eu sei, você não precisa sair por aí aproveitando cada oportunidade para anunciar que é fotógrafo. Você não precisa ser como as lojas de departamento que te oferecem um cartão de crédito a cada pessoa que cruza o seu caminho. Tudo o que você precisa fazer para se promover do jeito certo é expressar entusiasmo e alegria.

Ok, você vai dizer: “O que? Larga a mão de ser besta e vamos para o que interessa!”

Mas eu vou te dizer que nada é mais atraente do que pessoas que expressam a sua paixão e empolgação de forma verdadeira. Então, bote para fora tudo que você sente de bom com relação à sua fotografia, mostre que você é um ser humano que ama o que faz.

Quer que eu seja mais específica? Fale sobre como você ama poder ser criativo ou fotografar momentos únicos na vida das pessoas, a alegria, a emoção.

Mostre ao seu público seu amor e seu conhecimento, mostre para eles o quanto seus clientes sentem-se bem após uma sessão com você e como isso é gratificante para você.

Toda essa boa energia envolvendo seu trabalho certamente atrairá mais clientes. Não os peça para comprar seus serviços, não tente os convencer do porquê comprar seus serviços.

Em vez disso, diga para eles como suas fotos os farão sentir, quão divertida e incrível será a sessão. E se ainda assim eles não quiserem comprar seu trabalho, deixe-os ir, eles simplesmente não dão valor ao que você tem a oferecer.

 

Faça uma limpeza no seu portfólio

Vamos ser honestos, quando foi a última vez que você atualizou seu portfólio? Você ao menos tem um? Caso a resposta seja “não”, não se envergonhe, esta é uma tarefa que muitos fotógrafos negligenciam.

Eu por exemplo, fiz isso durante muito tempo. E como nós estamos errados em deixá-lo abandonado… Um bom portfólio online é uma forma gratuita e incrível de dar um gás no seu negócio.

Não precisa ser um portfólio físico, nem um site chique. Hoje em dia, uma conta no Instagram, página no Facebook ou um blog ou site simples no WordPress já devem ajudar.


Apropósito, já leu meu texto sobra a importância de ter um blog? Não? Então clique aqui para ler! 

Na verdade, tudo que seu cliente precisa é ter um lugar onde encontrar seu trabalho e ver o que está contratando. Afinal, seu portfólio é a sua vitrine. Pense numa loja sem vitrines. Quem vai entrar?

Por outro lado, uma loja com uma vitrine bonita e organizada vai atrair mais clientes.
A mesma coisa acontece com seu portfólio online, se seu trabalho está escondido no seu computador, quem vai te encontrar?
Entretanto, se ele está exposto, bom, as chances de conseguir clientes novos aumentam. Por isso, crie uma vitrine incrível, impressione-os. Quanto melhor seu portfólio, mais gente você vai atrair.

E sobre mantê-lo atualizado, o negócio é o seguinte: se você fotografa há algum tempo já percebeu que as suas fotos evoluíram.

Se você evoluiu – o que eu espero que tenha acontecido – você percebeu que seu trabalho era bem pior do que o de hoje.

Às vezes a gente olha uma foto meio antiga e pensa: “Nossa, o que eu tava pensando quando fiz essa foto?”.

Bom, atualizar seu portfólio vai garantir que você esteja o abastecendo com trabalhos melhores que os anteriores e retirando aquelas imagens que hoje já não te agradam mais. Conforme vamos trabalhando mais e estudando mais, vamos sendo influenciados e nosso trabalho vai mudando. Muita coisa que eu fazia no passado, hoje já não reflete mais quem eu sou.

No portfólio, qualidade é melhor que quantidade

Quando for selecionar as imagens para o seu portfólio tenha em mente: QUALIDADE É MELHOR QUE QUANTIDADE! Mais vale apenas 20 fotos incríveis, do que 100 fotos onde 20 são maravilhosas e os outros 80 são meia boca.

Garanta que seu portfólio só tenha seus melhores trabalhos. Se não é incrível não inclua. Um portfólio tendo de 15 a 25 imagens já está de bom tamanho!

Isso vale para posts no Instagram e Facebook também. Eles são sua vitrine, então, tenha certeza de que apenas suas melhores fotos sejam publicadas.

 

Planeje-se

Eu confesso, deixei o mais importante para o final.

Qualquer coisa na vida não vai pra frente se não houver planejamento. Eu sei, é chato se planejar, porém, é necessário.

Reserve um tempinho para fazer isso. Pense nos seus custos, nas suas metas, seu preço.

Invista parte do seu tempo elaborando um orçamento que chame a atenção do seu cliente, e prepare contratos, recibos e tudo mais.

Tenha tudo planejado e organizado. Isso é ótimo para você, pois dessa forma é possível agilizar seu trabalho, além de mostrar profissionalismo ao cliente.
Além disso, vocês já ouviram aquela frase “Pra quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve”? Então, não permita que seu trabalho como fotógrafo vá para qualquer lugar – esse qualquer lugar pode não ser aquele onde você queria estar.

Acima de tudo, o planejamento é essencial se você quer investir mesmo na fotografia como um trabalho. É importante estabelecer objetivos e metas para que possa pensar nos meios para conquistar cada uma delas e para que seu trabalho evolua e que consiga cada vez mais clientes.

Eu sei, definir o que você quer, e assumir isto pode ser assustador (geralmente é), mas com planejamento tudo fica mais fácil.

Dê um passo de cada vez e pare de se preocupar e questionar se você é bom o suficiente. Apenas pense onde você quer chegar e esqueça seus medos bobos, foque na realidade.

Escreva tudo num papel, pense nas pessoas que você precisa entrar em contato, nas parcerias, o que você precisa para começar, o que você precisa para ir em frente, quem serão seus clientes. Mas o mais importante é, não faça disso um fardo, não se obrigue a fazer tudo de uma só vez. Divirta-se sonhando, divirta-se enquanto cria os próximos passos, aproveite o processo. É o primeiro passo para a realização de um sonho!


E aí, gostou deste post? Escreve aqui nos comentários se ele foi útil para você!

Ah, e se quiser salvar este post para ler de novo depois é só salvar a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveita e me segue por lá para ficar por dentro das minhas dicas e inspirações! <3

SalvarSalvar