8 atitudes para transformar seu 2018

Às vezes culpamos o mundo, o universo ou os outros por nossos fracassos. Esquecemos que em muitos momentos nós somos os únicos responsáveis pela nossa vida e pela mudança que queremos trazer a ela. Neste 2017 eu aprendi muito sobre mim, sobre os outros e sobre a vida que quero ter. Reuni neste artigo algumas atitudes que me ajudaram e que me ajudarão a ter um 2018 mais positivo – e que, claro, também podem ser úteis para você! Vamos fazer um ótimo 2018 juntos?

1 – Seja mais consciente

Quantas vezes neste ano você parou para refletir sobre sua vida e suas atitudes? Quantas vezes você questionou um comportamento seu que não gosta e deseja mudar ou que simplesmente não te faz bem? Ser consciente é o principal passo para a mudança. Aprender sobre si mesmo, entender o que te faz bem ou mal e poder compreender o motivo disso tudo é importantíssimo. Ter consciência sobre si vai expandir seus horizontes e te permitir ser uma pessoa mais feliz e ter uma vida mais plena.

Este ano foi um ano de descobertas na minha vida. Quem me acompanha no Instagram sabe o quanto tenho refletido sobre praticamente tudo e pegado bastante no meu próprio pé, me conhecido, me aceitado e evoluído. Isso foi essencial para meu 2017 ser incrível e garantir que 2018 seja ainda melhor.

2 – Cultive hábitos mais saudáveis

Em 2017 eu mudei muito de vida. Eu estava com uma saúde péssima, ficava resfriada constantemente, ganhei peso e já não me sentia mais bem comigo mesma. Frequentava a academia, mas sem muita regularidade. Eu sentia também muita vontade de mudar meus hábitos alimentares e comer comidas mais saudáveis. Nós comíamos pizza congelada e salgadinhos frequentemente (Doritos e Cheetos cerca de 2 a 3 vezes por semana). Além disso, pensava há meses em largar o anticoncepcional e parar de tomar hormônios, pois minha mãe teve câncer de mama e eu não queria agravar minhas chances de ter também.

A medida que me tornei mais consciente sobre minha saúde e meu corpo, mudei meus hábitos de forma gradativa. Eu assisti um documentário assustador sobre açúcar indicado pela @raira do Delícia de Blog, mas foi só quando comecei a frequentar a academia com a ajuda de um personal trainer que minha vida mudou mesmo e tive a força para largar tudo que me fazia mal. Essa mudança foi muito importante para melhorar a minha qualidade de vida. Eu me sinto muito mais disposta e feliz, tenho vontade de manter meus hábitos mais saudáveis e não sinto mais as dores de idosa que costumava ter nos joelhos e no nervo ciático! Hahaha

Cultivar hábitos saudáveis vai te tornar muito mais produtivo e feliz. No começo é difícil, mas eu garanto: vale a pena!

3 – Aprenda com seus erros

Nós costumamos nos crucificar a cada vez que erramos, não é? Chorar, descabelar e martirizar por cada erro. Precisamos aprender a olhar para erros e problemas com outros olhos, precisamos usar eles como uma fonte de constante aprendizado. Não é falha. É aprendizado puro e é uma daquelas lições que você dificilmente vai esquecer. Não seja tão negativo e aprenda com tudo, com os acertos e erros. Não seja tão duro com você mesmo, isto vai tornar a sua vida muuuito mais leve.



4 – Não desista de seus sonhos! Pare de adiá-los!

Há quanto tempo você vem colocando a mesma meta nas suas resoluções de fim de ano? na hora de criar vergonha e fazer acontecer! O Matheus sempre diz que daqui há um ano desejaríamos ter começado hoje. Por que você não começa agora?

Não deixe para segunda-feira, nem para o mês que vem, nem para o próximo ano, apenas comece! Dê pequenos passos, mas comece. Você não irá se arrepender. Na verdade, você vai te agradecer. Pare de inventar desculpas, não engane a si mesmo. Há um ditado popular muito verdadeiro: “Quem quer faz, que não quer arruma uma desculpa”. E aí, você quer mesmo seu sonho? Então vai lá e faz logo, não quero ouvir que você não tem tempo!

PS: Eu já falei sobre como criamos o hábito de destruir sonhos aqui e como nós podemos melhorar este comportamento.

5 – Não force a barra

Em 2017 aprendi que a gente deve correr atrás dos nossos sonhos, mas que também não deve forçar a barra. Em alguns momentos, por querer tanto algo, fiz mais do que deveria. Claro que você deve se esforçar muito, mas hoje, observando o que aconteceu ao longo do ano eu percebo que houveram momentos em que eu simplesmente forcei a barra. Eu fiz mais do que me esforçar, eu tentei apressar as coisas e fazer com que o mundo saísse fora do seu curso para atender às minhas vontades.

Se esforce, plante o que for necessário, cultive o que tiver que cultivar, porém não force nada. Cada vez que você perceber que está precisando fazer muita força e desviar muito do seu caminho natural para conquistar algo, pare e volte um pouco. Dê tempo ao tempo e permita que tudo que você plantou cresça de forma natural e venha até você.


Leia também: Pare de arrumar desculpas e faça alguma coisa

6 – Ouça de verdade! Esqueça o “eu” e ouça!

Neste ano que passou eu foquei em ouvir. Em 2018 eu vou continuar focada nisso. Como é bom conversar com pessoas que ouvem, não é?! Hoje em dia elas estão tão raras. Nós escutamos, porém, não ouvimos. Estamos mais focados em nós mesmos e em nossas respostas do que no que o outro está dizendo e este é o motivo pelo qual estamos nos distanciando um dos outros. Não é apenas a tecnologia, é o egocentrismo.

Quando conheci o Rafael Fontana pessoalmente eu me encantei com a pessoa maravilhosa que ele é – e ele me motivou a ser uma pessoa melhor. Em muitos anos o Rafa, que além de tudo é um fotógrafo de casamento incrível (vale a pena conferir o trabalho dele), havia sido a primeira pessoa com quem eu havia conversado e que realmente parecia estar 100% presente naquele momento, ouvindo e simplesmente estando ali. O sentimento de paz foi tão grande que eu quis aquilo para mim e desde então tenho focado em ouvir mais e esquecer de pensar nas minhas respostas e no que os outros vão pensar de mim. Não cheguei lá ainda, mas já melhorei muito.

7 – Ame e perdoe

Esta é uma nota para mim muito mais do que para qualquer outra pessoa. Eu preciso amar mais e perdoar mais. Amar mais a mim e aos outros. Me perdoar mais e realmente perdoar os outros. Eu guardo rancor. É triste, mas guardo. Porém, a cada dia que passa percebo como é uma atitude ridícula e mesquinha. Que eu não posso me deixar afetar tanto pelo outro e que eu devo amar a todos e isso não me faz idiota ou boba, isso só me faz uma boa pessoa. Portanto, ame e perdoe, seja bom e espalhe o bem onde quer que você vá.

Compreenda que nem todos estão no mesmo momento da vida que você. Que as pessoas têm seus próprios motivos para serem idiotas e que estes motivos nunca são sua culpa. As pessoas são idiotas porque elas estão fazendo algo que julgam ser melhor para elas próprias e esquecem de pensar no outro. As pessoas são idiotas porque elas decidem colocar a culpa em você por uma frustração que elas têm com elas mesmas. Perdoe as pessoas que são idiotas com você, elas merecem muito mais pena do que ódio.

Leia também: 7 livros para ler neste ano que podem mudar sua vida.

8 – Tire um tempo para você

Cuide de você, se permita ter um tempo sem computador, sem celular. Dê um espaço para a sua cabeça, deixe sua mente voar. Muitas vezes durante o ano nos sentimos tão atordoados e cheios de coisas para fazer e criar um espaço na agenda para você mesmo é essencial. Pare, escute uma música, assista um filme ou uma série de TV, medite, tire um tempo para fazer algo que você aprecia e seja bom com você mesmo. Isto faz parte daquele processo de se amar e cuidar de si. Deixe que, pelo menos em algum momento do seu dia, a prioridade seja você. Tenho certeza que seu ano será muito mais leve assim.


 

E aí, gostou das dicas? Tem mais alguma a acrescentar? Se quiser salvar no seu Pinterest para ler depois é só salvar essa imagem abaixo! Aproveita me me segue lá clicando neste link!

Espero que você tenha um 2018 extraordinário e cheio de oportunidades incríveis!

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar