6 formas de ser mais sustentável – sem ser chato

Eu sempre quis ser mais ecologicamente correta, sem ser ecochata. Eu vinha tentando uma arrancada aqui, outra ali, mas nunca emplacava.

Mas de uns tempos para cá eu decidi que minha vida mudaria – e foi o que fiz. Mudei hábitos alimentares, comecei a me exercitar mais, criei uma rotina que funciona e me tornei mais consciente à respeito de minhas ações e seus reflexos.

Eu fiz tudo isso inspirada em atitudes de outros ao meu redor e, por isso, quero compartilhar com vocês 6 formas de ser mais sustentável – sem ser chato, para que você também possa fazer isso em casa.



Eu acredito que todos somos um exemplo para alguém, para nossos filhos, sobrinhos, amigos, parentes. De alguma forma sempre podemos mostrar a alguém uma boa forma de fazer algo e, quando alguém nos vê fazendo algo bom, pode se inspirar e começar a fazê-lo também.

Portanto, se você quer, seja a mudança, seja o exemplo e mais gente mudará com você. Dessa forma, podemos mudar o mundo!

Mas, chega de papo, então? Vamos lá:

Seja um exemplo, não um militante

Pense como você gostaria de ser convencido a comprar um produto: (1) alguém te empurrando ele goela abaixo, ou; (2) alguém te mostrando, na prática, os benefícios dele?

Bom, ninguém vai decidir ser mais consciente porque alguém insistiu muito. Na verdade, quando você força a barra a reação das pessoas é exatamente o inverso. Convença as pessoas sendo um exemplo, não um militante ferrenho.

Mostre como você tem mudado a sua vida e o quanto isto está te fazendo bem e está fazendo bem para o planeta. Quem sabe alguém próximo de você não fica inspirado?

Não dizem que a melhor forma de ensinar uma criança é pelo exemplo? Bem, com o adulto é quase a mesma coisa.

Recentemente tive dois exemplos de como isso acontece. Minha cunhada começou a fazer algumas mudanças na casa dela e nos contou como estava fazendo e como estava gostando dessas mudanças. Coisas pequenas como não usar tantas sacolas, trocar canudos de plástico pelos canudos de inox, etc.

Eu também vi no Instagram do @thecommonwanderer o quanto eles estão tentando mudar a vida deles usando menos sacolinhas de supermercado e até mesmo mudando de supermercado porque o que costumavam ir usa muito plástico.

Observar estas duas mudanças me fez perceber que eu também posso fazer isso na minha vida e ajudar um pouquinho o planeta a ter menos lixo.

Compre produtos que não poluam – tanto – o meio ambiente

Lembro de um tempo atrás em que foi feita aquela campanha para parar de usar produtos que danifiquem a camada de ozônio. Entretanto, há tantos produtos tão terríveis para o meio ambiente quanto os desodorantes eram naquela época.

Vocês sabiam que os esfoliantes (sabonetes, cremes, etc) são péssimos para o meio ambiente porque eles contem inúmeras pequenos pedacinhos de plástico – que é o material que esfolia a pele – que, juntos, fazem um grande estrago?!

Isso sem falar na quantidade absurda de produtos desnecessários que consumimos (canudos e copos descartáveis, por exemplo) e demoram mais de quatrocentos anos para se decompor.


Leia também: 8 atitudes para transformar seu 2018

Antes de comprar um produto, pense se não há uma alternativa melhor para o meio ambiente. Os esfoliantes, por exemplo, podem ser feitos em casa com açúcar ou você pode encontrar alguma marca que faça algo natural.

Os canudos, por exemplo, podem ser substituídos por canudos de inox ou simplesmente serem rejeitados nos restaurantes. E porque usar louça descartável se você tem uma que pode ser lavada?

Leve sacolas para o supermercado – e evite as sacolas desnecessárias

Se tem uma coisa que me dá nos nervos é quando vou na farmácia comprar um remédio e eles o colocam em uma sacolinha plástica mínima. Eu posso botar ele na minha bolsa, então sempre recuso. Além disso, aquela sacola vira lixo, já que é tão pequena que não serve nem para separar o lixo dentro de casa.

Outro hábito que mudei foi o de pegar uma sacola para cada fruta que levava do supermercado. Eu sempre pegava uma daquelas sacolinhas para colocar as maçãs, outra para as laranjas e assim por diante.

Eu percebi que todas aquelas sacolas iam para o lixo logo depois de chegar em casa e que eu não precisava realmente delas. Agora todas as frutas vão direto para o carrinho ou cestinha.

Além disso, tenho deixado em minha bolsa uma ou duas daquelas sacolas ecológicas. Sempre que vou ao supermercado peço para colocarem minhas compras lá. Nem sempre todas as compras cabem naquelas sacolas, mas pelo menos eu sei que reduzi o consumo e deixei de levar mais lixo para a casa.

Doe ou venda o que não quer mais

Se você tem algo que já usou, mas não quer mais ou não gosta mais, que tal doar ou vender e ainda ganhar uma graninha? Hoje em dia são diversas as formas para vender algo que você já não quer mais, mas que ainda está em bom estado.

Você pode organizar um bazar com amigas, criar uma lojinha no Enjoei ou até mesmo vender algo pela OLX ou Mercado Livre.

Além disso, há muita gente precisando de roupas por aí. Então que tal fazer uma boa ação (não precisa esperar pelo Natal) e doar algumas de suas roupas para um bazar beneficente ou alguma instituição ou família que necessite? Garanto que além de ser uma atitude mais sustentável, ainda te fará sentir bem sobre si mesmo.

Compre menos produtos industrializados

Eu sei, eu sei, produtos industrializados são mais práticos. Mas eles também são péssimos para a saúde e para o meio ambiente, já que produzem muito lixo.

Uma caixa de leite, um pacote de bolacha, uma caixa de pizza. Pense em todo o  lixo que você produz durante uma semana. Multiplique isso por 52. É muito lixo em um ano, não é?

Desde que mudamos bastante nossa alimentação nos últimos meses tenho notado que a maioria do nosso lixo é orgânico. Pouca coisa tem sido jogada no lixo reciclável e considero isso uma vitória. Fico feliz que tenhamos conseguido, além de nos alimentar melhor, reduzir a quantidade de lixo que produzimos.

Lembre-se da seguinte frase: “Descasque mais, desembale menos”.

Faça o que estiver ao seu alcance para ser mais sustentável

Se você pode passar um dia ou dois na semana sem comer carne, faça. Se você pode levar um saquinho de lixo para a praia para recolher os lixos que encontra no caminho, faça. Se você pode reduzir o tempo do seu banho, faça. Se você pode gastar menos energia elétrica com o ar condicionado, as luzes, o ferro de passar, faça. Se você pode sair de vez enquanto a pé ou de bike, deixando de usar o carro, faça (até porque seu bolso também agradece, convenhamos que a gasolina tá cara demais).

Qualquer coisa que estiver ao seu alcance já é alguma coisa. Nós somos muitos nesse mundo e se todos fizerem pequenas mudanças no seu dia a dia, isso já faz a diferença.

Não precisamos nem que todos façam pequenas mudanças, precisamos que algumas milhares de pessoas façam mudanças. Precisamos que alguém faça uma mudança e crie uma corrente de boas ações para ajudar nosso planeta a sobreviver à humanidade. Você quer que as crianças de hoje consigam ver o mundo como ele é hoje? Então, precisamos mudar, e a mudança pode começar por você e eu.


E aí, gostou deste post? Escreve aqui nos comentários se gostou e compartilha com a gente se tem mais alguma dica!

Ah, e se quiser salvar este post para ler de novo e ver as fotos depois é só salvar a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveita e me segue por lá para ficar por dentro das minhas dicas e inspirações! <3