Como decorar sua parede com quadros gastando pouco

Eu adoro decorar a casa. A parte mais legal de termos comprado um apartamento foi que sempre sonhei em como o decoraríamos para que ele ficasse com a nossa cara. Porém, a realidade nos dá um chega pra lá quando as contas começam a aparecer e você percebe que não vai sobrar dinheiro para decorar o apartamento daquele jeito que você tanto queria. Foi aí que eu tive a ideia de criar uma parede de quadrinhos “econômica”. Sabia que não teríamos dinheiro para mandar emoldurar tantos quadros, então, decidi fazer a parede do meu jeito, sem gastar muito dinheiro e de forma prática e fácil.

Já havia visto no Pinterest (Não me segue lá ainda? Vai lá e dá uma olhada nos meus pins! É só clicar aqui) paredes super bonitas com quadrinhos impressos, usando fitas ao invés de molduras, tipo essas aqui debaixo. Então, quando decidi decorar nossa parede, eu fui até uma papelaria daqui da cidade para fazer as compras necessárias.

  

Como não achei fitas coloridas bonitinhas e lá também não tinha nenhuma fita preta, acabei decidindo fazer com aquelas fitas de empacotar e achei que o resultado ficou bem melhor do que eu esperava. Querem ver como eu fiz? Então anota aí:

Para fazer a minha parede eu precisei de:

– Folhas de papel (de preferência com uma gramatura de 180gr)
– Tesoura
– Fita métrica
– Régua
– Fita de empacotamento (escolhi uma largura média)
– Estilete

E ai, vamos lá?

Encontre e imprima os quadrinhos que você quer colar na parede

Eu passei horas e horas procurando os quadrinhos que iriam compor a nossa “galeria”. Procurei pelo Pinterest, Google, sites especializados, enfim. Acabei achando vários em vários lugares e alguns eu mesma criei (os quadrinhos criados por mim estão na sessão download aqui do site, é só baixar nesse link aqui). Queríamos imagens que representassem nosso estilo e as coisas que gostamos. Além disso, usei algumas imagens de galerias que havia gostado como inspiração e acabei procurando imagens parecidas.
Se você quiser fazer o mesmo, recomendo que use o Google e o Pinterest nesta busca. São os sites com maior chance de você encontrar algo. Eu procurava por termos como “Free minimal posters”, “Free illustrations”. Nessa busca eu acabei encontrando um sites legal com ilustrações grátis disponíveis para download, que é o Free Vintage Posters.

Ah, é importante também procurar por imagens em tamanho grande, para não ficar desconfigurada na hora que você for imprimir (faça isso no Google escolhendo a aba “Imagens” e clicando em ferramentas, e filtre por tamanho – escolha o grande).
Depois de encontrar as imagens que eu queria, imprimi elas com a minha impressora (uma Epson L355). Se você não tem uma impressora, é só ir até uma loja e mandar imprimir. Após imprimir, recortei as imagens que precisavam de recorte (as de formato quadrado). É bom deixar um pouquinho de borda nelas, já que a fita deve pegar um pouquinho da imagem para colar na parede e formar a moldura.

Arrume a estrutura de sua galeria no chão ou parede e vá fazendo testes

Nessa hora não existe fórmula mágica, é tentativa e erro. Eu posicionei todas as imagens impressas no chão da minha sala e fui posicionando elas de diversas formas até que ficasse de um jeito que achasse bonito. Não foi fácil! Eu olhei inúmeras imagens de galerias na internet, e tentei copiar a posição delas, mas no fim, acabou vencendo a forma que eu arrumei de ficar bonitinho. Troquei, troquei e troquei as imagens de posição. E depois troquei mais vezes. Quando consegui chegar num posicionamento que tinha gostado passei para a próxima fase.

Meça sua parede e comece a colar seus quadros

Nesta parte eu usei uma fita métrica para medir o tamanho da parede em que eu iria colocar os quadrinhos. Eu medi para que os quadros ficassem bem ao centro, fazendo um risquinho de lápis onde os quadros do centro deveriam tocar a borda. Também medi a altura do teto até o sofá e deixei um espaço, criando um retângulo imaginário. A partir daí, comecei a pegar cada quadro do chão e a coloca-los em suas devidas posições na parede, tomando cuidado para que eles ficassem na mesma reta. Pra isso, eu usei uma régua e os olhos do meu marido e os meus. Hahaha
Para colar os quadros na parede usei a mesma fita que usei para fazer as molduras, dobrando-as e colocando um pedaço em cada imagem, apenas para fixar na parede e ir ajeitando-as em suas posições. Ao terminar de posicionar, elas ficaram assim:

Emoldure e voilá

Eu não sou uma pessoa muito paciente, então, não fiquei medindo todos os pedaços de fita que cortava para fazer molduras perfeitas. Eu simplesmente desenrolava um pouco da fita, media ela “no olho” e cortava de qualquer jeito. Depois, colava ela em uma das margens da imagem e fazia a mesma coisa com a borda seguinte e as outras, até ter os quatro lados “emoldurados”. Após isso, pegava o estilete e cortava os excessos das fitas para que a moldura ficasse certinha. Eu usava a régua para ter certeza de que o corte ficaria retinho.


Terminar foi fácil: repeti o processo com todos os quadros. No começo é um processo bem chatinho, mas depois da metade, você vai pegando o jeito e fica bem mais fácil! Depois, eu finalizei nossa parede com luzinhas de Natal.

E aí? Gostaram da ideia? Vão tentar? Eu adorei e queria fazer várias galerias dessas pelo apartamento! hahaha Se você fizer manda a foto pra mim aqui nos comentários! Quero ver como ficou!