Primeiro mês de tratamento com Roacutan – fase da piora, cuidados e outras reações

Quem me acompanha através do Instagram sabe do meu dilema com a acne. Falei sobre isto nos meus stories no mês passado e também compartilhei um texto aqui no blog sobre minha história com a acne e como parar o anticoncepcional agravou o problema.

Bom, acabei de encerrar meu primeiro mês de tratamento com o Roacutan e ele tem sido melhor do que o esperado. Para o primeiro mês, a dermatologista escolheu iniciar com metade da dose do restante do tratamento – apenas um comprimido de 20mg por dia. Isso feito na esperança de reduzir um pouco das reações adversas.

Apesar disso, eu tive algumas reações, como sabia que poderia acontecer, mas nada terrível demais e vou falar sobre cada uma delas aqui.

Enxaqueca durante a primeira semana de uso do Roacutan

Um dos primeiros efeitos que senti foi enxaqueca – algo que há tempos não sentia. Fiquei preocupada e com medo de que fosse durar o tratamento todo.

Porém, a enxaqueca durou apenas alguns dias – durante a primeira semana, tive 3 ou 4 dias de dores suportáveis – e, depois disso, parou. Hoje, enquanto escrevo isto, já iniciei o segundo mês de tratamento e não tive problema algum com dores de cabeça novamente.

Ressecamento dos lábios, narinas e olhos

Durante a primeira semana, também, comecei a sentir o ressecamento dos lábios e alguns outros lugares específicos – como a dobrinha do nariz. 

Mas, como já sabia que aconteceria, já havia começado a hidratar as regiões sensíveis com os produtos que a dermatologista havia prescrito. 

Hoje não fico nem um segundo sem um hidratante labial e minha boca tem reagido muito bem. Não está rachada nem machucada, apenas com uma casquinha ou outra quando acordo – já que não passo hidratante de madrugada.

Já o nariz e os olhos tem ficado ressecados, mas não muito frequentemente. Apenas um dia, assoando o nariz, houve um pequeno sangramento, mas nada demais. 

Tenho hidratado as narinas com Maxidrate gel – receitado pela dermatologista –, mas não muito frequentemente, somente quando sinto necessidade e antes de dormir.

Os olhos ficam ressecados com menos frequência ainda, mas sempre que os sinto “arder” como se estivesse com sono, pingo um colírio e resolve. Acho que em um mês, senti necessidade de usá-lo apenas 3 ou 4 vezes.

Não sei como todos estes sintomas ficarão nos próximos meses após o aumento da dose, mas conto para vocês no post sobre o segundo mês.

A temida fase da piora durante o primeiro mês de tratamento com Roacutan

Bom, chegou o momento de falar da pior parte – esteticamente falando – a fase da piora. É sim, verdade, que a acne pior durante o início do tratamento. De acordo com minha dermatologista, são pouquíssimas as pessoas que não passam por esta fase.

Quando comecei o tratamento minha pele estava cheia de cravos que ainda não haviam virado espinhas. Além disso, havia uma região na minha bochecha que estava com várias espinhas internas aparecendo diariamente e muitos cravos.

Entretanto, o restante do meu rosto – exceto por algumas espinhas discretas na testa e queixo – não estava tão mal.

Nas duas primeiras semanas de tratamento a pele continuava bem, e aquele lado crítico da minha bochecha parecia estar melhorando um pouco. Quando iniciei, aquela região estava roxa devido ao acúmulo de acne em um só lugar. Duas semanas depois a região já estava bem mais clara.



Porém, na entrada para a terceira semana, a pele começou a piorar. Vários cravos que tinha no início do tratamento começaram a virar espinhas. Algumas internas, doloridas, e outras externas, que desapareciam com mais facilidade. A acne, que antes estava concentrada em lugares específicos, começou a aparecer em todo o lugar. Até meu pescoço começou a ganhar espinhas doloridas.

No início da quarta semana, que coincidiu com minha TPM, a acne aumentou ainda mais. Fiquei super incomodada devido à dor causada pelas espinhas internas. É claro que a parte estética incomoda, mas para mim o pior é a dor.

Por outro lado, as espinhas que haviam aparecido nas minhas costas estão desaparecendo e já sinto minhas essa parte do corpo lisa.

O aspecto de algumas regiões da pele do rosto também melhorou muito, como nariz e a região mais central da testa, que estão bem lisinhas. 

Os exames de sangue durante o primeiro mês de tratamento com Roacutan

Como o Roacutan pode sobrecarregar o funcionamento do fígado é importante cuidar um pouco da alimentação e não beber álcool de jeito nenhum. 

Nos primeiros meses é essencial fazer exames de sangue para monitorar se não houve alteração nos níveis de colesterol e triglicérides. 

No início do tratamento minha alimentação não estava muito boa – eu estava na Itália comendo gelato, gnocchi com 4 queijos e bebendo todos os dias – então meus níveis de colesterol não foram os melhores.

No fim do primeiro mês repeti os exames e meu colesterol melhorou – voltei à minha alimentação balanceada, parei de comer açúcar e diminuí o consumo de gorduras. Então, me sinto mais tranquila para continuar o tratamento e aumentar a dose do remédio.

Como no segundo mês houve o aumento da dose, ao final dessas quatro semanas devo repetir os exames para checar se os níveis de colesterol continuam controlados.

O progresso da pele durante o primeiro mês de tratamento com Roacutan

Não sei bem se este primeiro mês pode ser chamado de progresso, mas… Bom, vou compartilhar com vocês imagens do meu rosto nas quatro semanas de tratamento. 

Sei que estou correndo sérios riscos em relação à minha autoestima ao publicar essas imagens aqui. Mas, acho que elas podem ajudar àquelas pessoas que pensam em fazer o tratamento ou estão fazendo, então lá vai. 

Só digo, crianças, não se assustem., eu fico bonitinha de maquiagem e apareço de costas na maioria das minhas fotos do Instagram, eu juro. hahaha

Houve uma piora significativa. Então, na consulta antes de iniciar o segundo mês de tratamento com Roacutan e dobrar a dose, a dermatologista me receitou um anti-inflamatório. Portanto, iniciando no 5o dia do segundo mês devo tomar um comprimido de Predsin durante 10 dias. Isso deve reduzir um pouco as inflamações e impedir que a pele piore tanto.

Bom, mas o que importa é que o primeiro mês acabou e agora só faltam mais 6. Eu realmente espero que minha pele comece a melhorar porque já estou cansada de tentar esconder as marquinhas e espinhas. Então, torçam por mim! 

E aí, você já fez ou conhece alguém que já fez o tratamento com Roacutan? Me conta nos comentários como foi a experiência. E se quer ou vai fazer, me segue lá no Instagram para acompanhar meus relatos, dicas, e saber quando tem post novo no ar.


E aí, gostou deste post? Escreve aqui nos comentários o que achou!

Ah, e se quiser salvar este post para ler de novo – ou mais tarde – é só salvar a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveita e me segue por lá para ficar por dentro das minhas dicas e inspirações! <3