Diário de fotos, Seul, Coreia do Sul | Photo Diary

Nossa viagem para a Coreia do Sul não foi planejada. Nunca havia sonhado em conhecer o país, inclusive.

Tudo começou quando eu estava deitada em nossa cama escrevendo, numa manhã de um dia qualquer, quando o Matheus saiu do nosso escritório dizendo: “Tem uma promoção de passagens para a Coreia do Sul, mil e quinhentos reais, ida e volta”

Eu disse: “Tá bom, e aí?”. E então ele me lembrou que a Coreia fica lá na Ásia e que na Ásia também fica a Tailândia, Indonésia e vários outros lugares lindos que sonhávamos em conhecer há tempo.

Então, na mesma hora colocamos nosso cartão de crédito para funcionar e reservamos duas passagens para Seul, passaríamos um mês na Ásia.



Eu vou ser honesta, não pesquisei muito e não tive tempo de fazer um roteiro, então chegamos em Seul “de surpresa”. E vou dizer que foi uma das melhores coisas que poderíamos ter feito.

A cidade é tão bonita e tecnológica, uma mistura de Berlim com Nova Iorque. Avenidas amplas e espaçosas como em Berlim misturadas à intensidade e consumismo de NYC.

Seul tem uma mistura equilibrada entre o antigo e o novo. Os lindos palácios e templos de arquitetura oriental misturam-se aos prédios altos e às lojas de departamento.


Veja meus outros posts sobre viagem clicando aqui

Num momento você está caminhando pelo Hanok Village (um vilarejo com casas tradicionais, antigas e bem preservadas) e ao virar a esquina encontra uma rua ampla, com prédios altos e duas Starbucks. Assim é Seul.

Mas, vou te dizer, melhor que Seul, só Seul no outono! A paisagem fica especialmente linda com as cores vivas em vermelho e amarelo das árvores. Mas, isso eu vou deixar para que você veja nas fotos de lá.


E aí, gostou deste post? Escreve aqui nos comentários se gostou deste formato!

Ah, e se quiser salvar este post para ler de novo e ver as fotos depois é só salvar a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveita e me segue por lá para ficar por dentro das minhas dicas e inspirações! <3

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar